sábado, 31 de março de 2012

Esperemos que sim

Um clique em cima da imagem, e o texto fica perceptível!

quinta-feira, 29 de março de 2012

O desânimo continua

            Se leste "Tédio" e/ou "Estavas à espera do quê, Sara?" tenho de avisar que o alinhamento é o mesmo... Caso não tenhas lido, clica nos linkes. Caso a tua vida corra muito bem e não queiras levar com os problemas dos outros, vai fazer outra coisa que não ler o meu blog.

            Tenho saudades do Mário, quero falar com ele, perguntar se está tudo bem, e sem qualquer tipo de consequências dizer que preciso dele, que ser eu passa por ele, que quando olho para o telemóvel é para ver se ele me ligou e eu não dei por isso, que esta situação me provoca ansiedade, que esta ansiedade me bloqueia.

         Não sei lidar com nada disto que me está a acontecer! Não quero cair em depressões, ou encharcar-me em comprimidos. Mas eu não percebo por que eu não choro por nós! Não é isso que as pessoas fazem? As relações acabam, as pessoas choram... eu sou mesmo esquisitinha! A minha avó quando morreu, eu não chorei, quando me detectaram um tumor, eu não chorei, a minha relação mais longa e profunda acaba eu não choro... Que bicho sou eu?

        Não me percebo! Continuo a acha-lo fantástico, digno de me aparecerem borboletas no estômago assim que o vejo (o que é um feito, eu habituo-me à cara das pessoas e elas deixam de ser adjectiváveis), dono de uma genuinidade única, ... Se calhar não é para ser mesmo, a minha esquisitice deve corrompe-lo ou assim... Para quê insistir? 

              Mas ele não me liga sequer...

                     
     


terça-feira, 27 de março de 2012

Tédio

           Zelo por me manter animada, como se eu fosse a minha própria droga natural! Mas estes últimos dias têm sido do pior, sinto-me tão entediada que já ponderei fazer a mais decadente da práticas: beber sozinha! Não é que tenha um plano, mas há cá por casa uma garrafa que ficou por entregar no Natal! E se for para beber que seja essa, que ninguém vai dar por falta!

              Ei não me julguem! Não estou digna de fazer terapia de grupo, nem nada que se pareça... Não é bem assim, e queria os meus coleguinhas para darmos todos as mãos e me confessar. Foi assim que ganhei um Glutão do Presto, passo a explicar, quando era pequena escondia-me atrás da porta para ver se os Glutões do detergente saiam da embalagem assim como se via no anúncio publicitário. Também foi assim que o Mário ganhou um Globo, que nunca tinha recebido quando era mais novo... Quando se tem coleguinhas destes, o que  mais se pode pedir da vida, eles colmatam as nossas carências e traumas de infância!

Olá o meu nome é Sara, e estou a morrer de tédio. Penso recorrentemente em me agarrar ao fantástico vinho tinto que ninguém quis no Natal, só para animar a minha vida. Ou isso ou fazer um ataque à dispensa como é habitual!                                   (palmas)

"Força Sara tu és capaz!" (plateia)

              Como detesto ressaca, o mais provável é entregar-me aos prazeres da comida, MAN E EU GOSTO DE COMER!!! Dá quase margem para dizer, estou mais gorda por que estou numa fase monótona da minha vida, é uma desculpa e tanto para homens casados!


domingo, 25 de março de 2012

II Panaceia

            Carinhosamente, dizia aos meus "conhecidos" que sábado à noite ia a uma Concentração de Lésbicas, ou mesmo "Encontro Nacional de Estrogênio" (isso era o que a organização devia querer), mas não era assim tanta gente, e maioritariamente imperavam familiares das constituintes das Tunas.


           3€ para estudantes, e 5€ para os restantes era o preçário do Teatro Académico Gil Vicente: que algumas vezes pensei, mesmo que por 3€: "3 €para ver isto?"... até tenho pena de quem ficou nas filas seguidas à nossa, nós não nos calávamos!

                Festival! Vamos fazer uma paragem nesta narrativa, para proceder à reflexão: "Mas qual é a ideia de fazer um Festival de Tunas, mesmo que de gajas, num teatro? Não era mais prático, por-nos a todos num recinto onde pudéssemos andar livremente, falar livremente, beber livremente?" É estranhamente civilizado para a realidade "Tuna", e anormalmente emotivo e familiarizado; nos últimos momentos só faltou chorar o júri, e o pior é que tive de aturar toda a choradeira, e a culpa é de quem? Do excesso de Estrogênio!

                Estiverem presentes:
gatuna- que levaram para casa (Minho, entenda-se) uns valentes 6 prémios, apesar do constante contesto da Ana, que só faltou dizer que só faltou dizer que não basta os nortenhos nos roubem no futebol, também nos roubam nos festivais de tuna. xiuuuuuuuuu para mim foram mesmo as melhores....

tfaauav- as vencedoras do ano passado, muito afinadinhas

TUFES- a tuna da Ana, que foram de longe as mais animadas, e tinham brilhantes (este facto foi mesmo muito relevante para a questão)....

                E mais umas quantas, tenho a referir também os espanhóis, da Tuna de Medicina de Málaga, e que deus lhes conserve a suposta inteligência que do que se veja, não há nada de bom... eu não sou fútil, mas bolas a maior parte dos meninos bem podem estar numa lista de espera para rinoplastia. A hora mudou, estou no trabalho com 3 horas dormidas, não me apetece escrever mais. 

sexta-feira, 23 de março de 2012

Vai mas é ... namorar!

Em contagem decrescente para a ida ao Funchal! Os meus pais vão de férias, vou ficar sozinha em casa, e a minha noção de ocupar o tempo morto é fazer limpezas...

Desculpem o sarcasmo, mas só quero acordar quando chegar realmente o Inverno! 
Sim, chegou a Primavera, e agora até se diz que é mais cedo um dia, 
ao contrário do que me ensinaram na escola. 

Mas a bem dizer nunca deixou de ser Primavera!

A minha vida deve estar mesmo um tédio, pensar em fazer limpezas só por que estou sozinha em casa?
Também já não sou nenhuma teenager como a publicidade da Fanta em que o puto (que não deve poder sequer com uma botija de CampingGas) faz uma festa (sozinho)

Eu até dizia que ia apanhar uma bebedeira descomunal, mas eu já nem gosto de beber, depois não vou beber sozinha em casa... que decadente! e isto de "Final do mês" é mesmo crítico! 
Para além da ressaca as dores de cabeça, e náuseas não compensa a suposta diversão de estar bêbada! 

Quanto aos meus pais, eu só tenho para lhes dizer: Vai mas é namorar!

quarta-feira, 21 de março de 2012

Estavas à espera do quê?

              O título é uma merda! Eu nem sei quantas vezes é que mudei o dito... É um período crítico, conturbado, sem grande (re)solução, daqueles períodos da vida de alguém que são dignos de poemas de (des)amor... poemas, aqueles poemas que não fazem sentido nenhum, que juntam palavras sem nexo e que só percebes se estiveres com a cabeça toda fodida.

                    Eu terminei uma relação de 5 anos, ou 6 (?), não sei, não quero saber. Porquê? Porque passo mais tempo a falar dela, do que a vive-la. Amo o meu namorado, ex-namorado... a pessoa que é dona das coisas que estão na gaveta da esquerda do meu roupeiro, a mesma pessoa com quem não falo há dois dias.

                      Quando se namora há muito tempo com a mesma pessoa, a tua identidade passa por aquilo que a outra pessoa pensa de ti. Eu não sei o que eu sou agora, ele ainda não mo disse! Mas eu não posso viver por uma relação que já passou, que agora não é mais nada a não ser mais um problema... egoísta? que seja, é a minha visão das coisas!

                      A este ponto do campeonato, eu não tenho ombro no qual possa chorar, e ainda bem! Não fosse fazer merda de alguma maneira... é das poucas cenas em que eu sou declaradamente gaja, quando emocionalmente se está um caos, nada melhor que fazer se não piorar! Os meus pais não estão em casa, posso ficar em casa de ressaca da relação no meu sofá o tempo que eu quiser, beber o vinho que eu quiser, fumar quando eu quiser, ficar horas a ver televisão em negação...

                    Não há ninguém que me conheça melhor, ninguém que me compreenda melhor, que não aquele estúpido, eu amo-o, mas eu estava com ele porque eu queria, não por ele ser (ou ter sido) o meu namorado! Há muita diferença entre as duas coisas! E dei por mim a "estar" com ele por ele ser o meu namorado, e não porque eu queria... eu queria estar com ele, não estar a (não sei quantos) quilómetros dele. Eu não quero só falar com ele, ao telefone, não me completa isso...

                   Termina assim o processo litigioso de divórcio em que vivi nestes últimos tempos, não porque que ele quis, não por minha vontade, por vontade das circunstâncias desta vida de  merda, num país de merda, com uma economia ... de merda!

segunda-feira, 19 de março de 2012

1 ano e 1 mês

Mais esta para animar a minha vida...
O meu portátil pifou! 
Simplesmente não liga!
Maravilhoso!

Eu juro que não andei em sites manhosos!
                   Quanto a isso... mais ou menos... eu já contei que fui expulsa de um site ilegal? Sim eu pertencia ao TorrentLeech e eles expulsaram-me porque eu usava um programa igualmente ilegal que simulava o envio de upload mais do que era realmente enviado... Eu sou uma triste... Tenho de ir à biblioteca actualizar este blog fantástico que ninguém lê!!

sábado, 17 de março de 2012

quinta-feira, 15 de março de 2012

weee

Parabéns Pai!!!!

terça-feira, 13 de março de 2012

domingo, 11 de março de 2012

quarta-feira, 7 de março de 2012

Hugo Pratt

 (Corto Maltese) sonha com os olhos abertos, e aqueles que sonham com os olhos abertos são perigosos porque não sabem quando acabam os seus sonhos. 

sábado, 3 de março de 2012

Lindo...

quinta-feira, 1 de março de 2012

Pimp my shirt

Fico sempre indignada por não haver (nas lojas de vestuário que frequento) t-shirt's de meninas com desenhos de banda desenhada... qualquer B.D., não importa se da DC comics ou Marvel.

Por norma este tipo de t-shirt's são destinadas ao público masculino, e assim sendo a forma das ditas não é de todo adequado a meninas.


Ora eu parei de reclamar e achei solução, fui à Modalfa, comprei duas t-shirts que estavam em promoção ao qual adicionei mais um descontozito... confuso? Bem eu tinha um talão de desconto de 9€, e na altura em que as comprei o preço não era de 12,99€, mas sim de 9,99€. Assim se a matemática não me falha (já que a memória não me anda a ajudar e o talão perdi-o) as duas ficaram em 10,98€. Tudo para dizer que se não fosse em conta não me aventurava a fazer estas côsas.

O passo seguinte foi idealizar como iria afeminizar (?) as t-shirt's, e na minha cabeça eu só tinha fitinhas de cetim... todas as meninas gostam de fitinhas de cetim. A forma expliquei-a a uma costureira, nem me atrevi a desenhar, a minha destreza artística não vai para além de conceptualizar a coisa, executar : " 'tá quieto, ó preto!" A bem dizer, eu até fiz uns rabiscos, mas tenho vergonha de os mostrar, são dignos de alunos de pré-escola.

E foi assim que ficaram as minha t-shirt's alteradas