segunda-feira, 30 de julho de 2012

Tagarelice... sim sim mais uma

             Hoje estou com a neura... sim estou neurótica! O meu telemóvel faz chamadas por auto-recriação a muito má hora, ainda por cima para pessoas que não constam do meu circulo de relações próximas, não é que essas pessoas fossem achar piada e desculpar-me com facilidade! O problema é claramente meu, eu e o conceito Touch não combinamos, eu sou mais Tapping, e isto é porque os telemóveis não têm um dispositivo de marcação de números rudimentar como os primeiros telefones fixos, tipo Rolling lol

                  E como uma com a neura é bom, melhor é haver duas com a neura em casa. Sim a minha mãe agora está sempre com medo de que o lagarto que eu avistei da janela da cozinha, lhe entre pela garagem dentro... mas quem me mandou dizer-lhe que o tinha visto? É que agora tudo o que é buraco no jardim é rotulado como "o buraco do lagarto", "Sara é ali que ele dorme"....

                 A Kimi para ajudar à festa agora está careca nas orelhas, pescoço e parte da cabeça... eu nunca pensei dizer isto, mas o meu bichinhos está feio, muito feio... Mas há-de melhorar!

                  Também estou "bué fodid*" (desculpem teve de ser)... porque o primeiro livro que leio em inglês é uma coisinha estúpida sobre lobisomens, e já não paciência para criaturas do submundo massificadas pela indústria cinematográfica!


                   Boa notícia é saber que decorre uma exposição na Fundação Eugénio de Almeida, em Évora, até dia 2 de Dezembro do Corto Maltese... Igualmente boa é sair com as minhas "Pinkcesas" hoje à noite, vamos obviamente à Expofacic com paragem obrigatória na tasca do Licor Beirão, Poncha da Madeira e Ginjinha de Óbidos 

Outras Tagarelices:

I


domingo, 29 de julho de 2012

Eu e a Sorte nunca nos demos muito bem

               Não sei se há alguma explicação lógica, uma vez que estamos a falar de uma coisa tão exacta como a sorte (adoro sarcasmo), mas facto é que meses de Julho e Agosto são um prodígio no que toca a avarias... Agora avariou o carro, ainda estamos para saber se foi a morte do artista, ou se foi um mero surto "psico mecânico".

                Mas fiquei assustada de como o incidente aconteceu, estávamos a ir para o quintal quando de repente o habitáculo do carro se encheu de fumo vindo da sofagem... yap é preciso ter sorte! (estou admirada como eu sei "dizer" habitáculo, até parece que domino linguagem técnica automóvel) 

                Como se ficar sem carro no meio de pinheiros e eucaliptos por volta do meio dia, não fosse suficiente, após ligar para o reboque, a demora do dito foi de 2horas, sim duas horas, e ainda o senhor foi para o Intermarche com o carro no reboque dele, em vez de o levar directamente para a oficina... Parece surreal mas é verdade!

                  Bem e com o carro na oficina lá se vai alongando a lista de coisas que se têm vindo a estragar durante este mês, primeiro a máquina de lavar roupa, depois o frigorífico, e agora o carro... e esperamos que o mês acabe rápido, e  que o próximo seja melhor...

sábado, 28 de julho de 2012

Outra "limpeza" de fotos

"SuperMan Mobile"
Coisas estranhas na minha mala

Experiências Pouco Felizes
Tão fofo

Antes
Apple NoteBook

                
Católicos com sentido de Humor

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Transexualidade

           Define a OMS que a transexualidade é um género de transtorno de identidade de género. Ou seja é uma doença do foro psicológico, em que o individuo não aceita a sua condição de género determinada pelo seu sexo... sim porque agora sexo e género são coisas distintas, não é bem de agora, é esta coisa da aceitação social da coisa, porque academicamente a coisa tinha um enquadramento diferenciado há algum tempo.

       O polêmico na minha cabeça é a administração de hormonas a crianças, que não se identificam de acordo com o seu sexo, ou seja, que a uma miúda de 4 anos que se admite como rapaz, lhe seja dado testosterona.  

         A bem dizer a polémica está no dualismo, entre a prematura ou precoce administração de medicação e o zelo pelo bem estar psicológico e físico do individuo, tendo em conta que em casos extremos as pessoas que padecem deste tipo de patologia mutila-se!

          Quando falamos destes assuntos, não é apenas a componente religiosa, socio-cultural, ou que mais aspectos que tenhamos em conta, é principalmente o facto de reportarmos este facto para a nossa vida, é aí que deixamos de ser imparciais no tratamento de assuntos que podem afectar a nossa vida de alguma maneira!

           Imagine que é pai de uma criança que não gosta daquilo que é, e não estamos a falar se é gorda ou magra (que se resolve com a idade, ou com uma dieta), estamos a falar de não gostar de ser uma menina mesmo o sendo... e a indústria farmacêutica está  preparada isso como se de uma dieta se tratasse mas não é... Imagina se o teu filho, corta-se o genital? Se a tua filha corta-se o peito, as ancas?   

quinta-feira, 26 de julho de 2012

ano europeu do envelhecimento activo e da solidariedade entre gerações

Já vamos a meio do ano e ainda não me impôs a por em prática o que me tinha proposto a fazer por esta iniciativa aprovada pelo Parlamento Europeu para este ano... Não que eu tenha alguma coisa a acrescentar ao "envelhecimento activo"... mas no que toca à solidariedade entre gerações.. aí é que eu entrava, ou melhor entro!

Pois eu gostava... e muito de fazer trabalho voluntário junto da terceira idade, e fazer o quê? Ler... Eu gostava de ler para velhinhos, do género: Olá bom dia eu sou a Sara e hoje vamos começar a ler o livro Madame Bovary (eu gosto mesmo muito deste livro e gostaria que fosse o primeiro). Um capítulo por dia não atrapalhava, não aborrecia ninguém!


O que me tem impedido, não é a falta de tempo, é a coragem, há instituições em Cantanhede e mesmo nas freguesias vizinhas que prestam serviços a esta faixa etária mais avançada... e se acharem a "coisa" totalmente descabida? ou mesmo se os velhotes não me quiserem? ou pior ainda: se eu começar a envolver-me emocionalmente com eles?

Quanto à última questão, tenho a dizer em minha defesa que sou uma lamechas, vivo o problema dos outros, e tenho de me proteger emocionalmente... se é frio aos vossos olhos, eu respeito, cada um tem a sua visão da vida, mas eu já me dei mal emocionalmente, e penso que tenho de me salvaguardar...

A velhice é um estágio que deveria ter mais dignidade, fisica e mentalmente, e muitas vezes nem é uma questão de recursos, mas sim do processo que é envelhecer. As pessoas de terceira idade não deviam estar em "velhões", abandonadas pela família!


quarta-feira, 25 de julho de 2012

Limpeza ao cartão de memória do telemóvel

... e respectivos comentários!
 Sim estão todos no direito de me chamar hipócrita, não vou ao chineses, mas depois encomendo cenas do Ebay que vêm directamente da Tailândia (lol)

 Pintei a cara pela Causa Colorida!
                                           já agora fica aqui o link

 A Maddie de volta às luzes da ribalta!

 Eram 2 da manhã e eu a comer Pasteis de Belém!

A pen super fantástica que a Liane me trouxe 

 Os ténis bem humorados!!!


Se tens um toner perto de ti, sabes do que estou a falar!
 Quando alguém vai ao "estrangeiro" e te traz lembranças do "Lidl" local, melhor que nada podiam ter trazido um saco cheio de ar...

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Tão viciada em hidratos de carbono

Bolo salgado de sardinha e pimento


Ingredientes

2 latas de sardinha em óleo vegetal
1/2 pimento encarnado
250 gr de farinha
4 ovos
1 dl de vinho de mesa branco
1 colher (sobremesa) de fermento em pó
1 colher (sopa) de salsa picada
sal q.b.
pimenta preta moída
papel vegetal (para forrar a forma)


Preparação
1. Escorra as sardinhas e guarde o óleo. Ligue o forno a 180ºC e forre uma forma tipo bolo inglês com papel vegetal

2. Retire as pevides e as peles brancas ao pimento e corte-o em cubos pequenos. Numa tigela, deite a farinha,, o fermento, uma pitada de sal e outra de pimenta. Junte os ovos, o vinho de mesa branco, o óleo das sardinhas e bata bem. Adicione o pimento, a salsa e misture bem.

3. Deite na forma camadas alternadas de massa e sardinhas abertas ao meio sem espinha.

4. Leve ao forno durante cerca de 45 minutos. Verifique a cozedura com um palito, quando estiver cozido desenforme e deixe arrefecer. Sirva em fatias, decorado a gosto.

domingo, 22 de julho de 2012

De volta à terra

Este era o título da "Notícias Magazine", edição de ...., já não me recordo, mas foi no início do mês, deste mês!
É impressionante como tudo sofre de "glamourização" na imprensa, quer dizer nos media em geral... Como a história dos recibos verdes, em época de vacas gordas os meninos de classe média alta que tiravam cursos, que nem nessa altura o mercado os absorvia, eram freelancers... o que substituía, com toques de "polimento" social: "estou desempregado", "não faço ideia do que vou fazer da vida"...

Agora trabalhar no campo também tem requintes... quando andava no Politécnico, lembro-me de um colega ter abandonado os estudos por não conseguir conciliar o curso com a sua actividade laboral: a agricultura, de o caso ter chegado aos meus ouvidos em tom de condescendência irritante, do tipo "coitadinho"! Se estivesse a trabalhar num consultório de um serviço qualquer era muito mais aceitável!

Mas agora falamos desta gente, que nem sabemos se economicamente são relevantes, nenhum estudo há sobre a percentagem de pessoas que abandonou a sua profissão, e nisso que se troque a profissão entenda-se que são engenheiros, professores , empregados liberais de uma maneira geral!

O que eu quero dizer é: 
Que mentalidade de merda! Até em tempos da treta estamos a olhar a estatutos! 

quinta-feira, 19 de julho de 2012

"Falar mal"

Eu já tinha feito um post sobre este tema: Má Fama , e voltei a tocar no assunto em Tagarelice aleatória.

A mim incomodou-me BASTANTE ter tido conhecimento de que andaram a falar mal de mim num jantar de... "colegas". Nem foi o que disseram, porque o rótulo que me foi atribuído é redundante, limitado e digno de poucas considerações. "Ela tem uma pancada!" foi a que me ficou mais na memória, não quero cair na vulgaridade de me justificar, mas é uma falta de respeito pelas outras pancadas que eu tenho lol

Agora a sério, o que me incomoda é o facto da pessoa que, entre outras coisas, disse o anteriormente referido, ser a mesma pessoa que me confidenciou problemas conjugais e familiares. Serão as pessoas displicentes ou "espertalhonas"?

Como me disse alguém, "Em Cantanhede, falar mal é uma questão de sobrevivência!".

terça-feira, 17 de julho de 2012

Símbolos úteis para ecogeeks

As imagens foram retiradas de uma revista da Proteste, revista de que sou assinante, não sei qual a edição, estava no monte de revistas a "revistar" que acumulei ao longo desde que assinei a dita. Com a pintura das paredes cá de casa, fez-se uma limpeza às revistas, mas não foram para a reciclagem sem uma selecção.
Não se esqueçam de clicar em cima das imagens para que elas fiquem maiores, e o conteúdo ficar perceptível.


domingo, 15 de julho de 2012

isto de ter hobbies sai caro

       Primeiro eu comprei a máquina de costura (como já mencionei), depois tive de comprar um base para corte, e como eu já tinha gasto muito dinheiro... eu comprei um cortador circular nos chineses... que não funciona, logo eu tive de comprar um bom, e bom é sinônimo de caro...

        Não acertar nos materiais que precisam, é igual a comprar a dobrar ou a triplicar. Seria bom se o vendedor a quem vocês compram materiais, percebesse alguma coisa, mas isso nem sempre acontece...

       E então vocês continuam a comprar. Depois eu tive de comprar uma pistola de cola quente, depois de já ter comprado muitas colas diferentes, para descobrir que era a cola Pica-Pau que funciona em quase tudo e de maneira eficaz! Se bem que eu também quero comprar a E-6000 que está à venda no blog "O Gato Hobby"

     Eu queixo-me muito mas adora experimentar fazer coisas diferentes, agora até queria fazer perfumes, estou mesmo muito tentada, encontrei um site com receita de água de colónia e perfume natural... (link)  o único senão é a utilização prática dos ditos perfumes!

         No último post que mencionei uns sites de artesanato, ou craft como preferirem, craft é muito mais "international" e hoje refiro mais um... TipNut.Com

         E como estou em contagem decrescente para ir ter com o Mário a Braga, tenho de ir às compras com a minha mãe...

       

sábado, 14 de julho de 2012

Violência doméstica

Não tem classe social, faixa etária, género, tem apenas uma casa que se pretendia um lar.

Um amor violento

Obrigado por ter publicado no meu mural



sexta-feira, 13 de julho de 2012

Tagarelice aleatória (sem contagem)

Mais uma é verdade... Só para esclarecer umas coisitas, nada de especial, e fazer uns agradecimentos

Ora comecemos pelos esclarecimentos: nada disse sobre futebol durante a EuroCopa porque não gosto de futebol, não é que desgoste da selecção mas acho que pouco contribui para a minha vida, e a vida da maioria de nós... não quero impor a minha opinião a ninguém nem quero que me vendam futebol como qualquer coisa de importante, ou atribuir-lhe uma importância que para mim não tem.

Também gostava de mencionar Decreto Lei 8/99 de 8 de Janeiro de 1999, artigos 77, 78, 79 e 88 (câmara de solicitadores), já não me lembro muito bem porquê... ok foi por causa de um post e de um comentário... Não me vou preocupar muito com isso, quem quer que procure, já que se deu aos trabalho de comentar e falar comigo à cerca dos estatutos de solicitadores.

Sinto-me ultrajada (e como eu sou dramática) por me ter enganado quanto às intenções da campanha/ movimento Cruelty Free, quando me "amiguei" no FaceBook reparei que as acções do movimento apenas decorriam em espaços The Body Shop, que pertence à L'Oreal. Então sinto-me estúpida por ter feito divulgação da coisa.

Quanto ao Relvas e a sua licenciatura, nada tenho a dizer a favor ou contra o senhor; só gostaria de perguntar a quem critica: caso uma universidade o convidasse para lhe dar um curso superior o que faria? Tenho especial apreço pela moralidade alheia.

E queria agradecer aos leitores do meu blog que se deram ao trabalho de enviar sites de artesanato e costura:
FaveCrafts              SewingMamas                 DiyFashion                ComoFaz

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Tagarelice aleatória

             Hoje vamos falar de coisas completamente aleatórias mas que figuram uma actualização do que tenho andado a fazer (na maior parte de tempo: aturar gente parva e os meus pais que estiveram de férias).

Férias dos meus pais com eles em casa é de esquecer

2º Pintar a casa é uma actividade cansativa dispendiosa, fica mesmo caro, mesmo que a mão de obra sejam as nossas mãos para poupar uns trocos.

3º Pais aborrecidos deturpam a tua percepção de cuidar quintal se considerava "ser muita giro" com eles a coisa passou a ser "granda seca" (factor de muita tensão)

4º A matemática é pior que um grupo de mulheres colegas de trabalho com o ciclo menstruar sincronizado, mas se o parvo do Einstein consegue fazer cálculos diferenciais eu também vou ser capaz.
                                             Posts com foto têm mais visualizações

5º Este será o mês com 2 pontos, o primeiro foi quando os meus pais saíram de casa por uns dias (apesar de só terem trazido uma caixa de Pastéis de Belém) e segundo serão os anos do Mário (mesmo sem qualquer tipo de programação pré-definida já estou a contar que será fantástico) . 

6º Não sei o que acontecer este "Verão"  não tenho nada para vestir, e não, não é por ter engordado eu já era gorda, eu simplesmente não tenho que vestir e nem calçar. Eu normalmente até tenho uma colecção de de ténis gira, agora tenho ténis rotos e manchados... mas todos. E isso significa: COMPRAS weeeee....

7º Falar mal da vida alheia em Cantanhede é uma questão de sobrevivência... Estou morta!

8º Lidar sempre com as mesmas pessoas, excluindo o meu avô, pai, mãe, Mário, Cláudia e Ana (com quem mantenho relações saudáveis e duradouras) cansa-me e pior estupidifica-me. Bem pensando melhor era um bom tema de post, uma vez que mencionei nomes, ... ficava-me bem esclarecer a coisa.

9º Também gostava de referir,no alinhamento do tópico, item, alínea ou lá o que seja anterior, que estou farta de observações como: "Já falei com as minhas filhas, e disse-lhes que este ano não vamos para o Algarve" (as tuas filhas têm, 6 e 3 anos, só foram duas vezes lá, não querem saber do Algarve para nada) , "Ela não bate bem da cabeça" (simplesmente redundante e redutor, e displicente por parte de quem o diz)

10º  Sim porque nada tem 9º tópicos, fica munto mai bonito (tão algarvia que eu estou) aqui vão uns links de outras tagarelices:

Blábláblá

zzzzzzzzzzzzzzz


quarta-feira, 11 de julho de 2012

Google + RareHappyChild

Eu já fiz uma parvoíce parecida antes, ... e voltei a repetir... e repito novamente!




terça-feira, 10 de julho de 2012

Estou a fazer coisa nenhuma


Hoje, com os meus pais fora, eu fui às compras,
 ouvi dizer que haviam reduções, promoções, ou lá o que é, tudo menos saldos!
 Adoro ir às compras, especialmente sozinha.
Nunca achei grande piada em ir às compras com as amigas, especialmente por não gostar da opinião alheia. Se gosto da peça, se me sinto bem, se tenho dinheiro para a comprar, para que quero alguém para apreciar, positiva ou negativamente o objecto que desejo?
Não vejo grande objectivo!
Comprar não é propriamente um acto social para mim!
Gosto de ir ao centro comercial sozinha, pela manhã e nos saldos!
Bem agora tenho de ir, estou ocupada em fazer coisa nenhuma!   

segunda-feira, 9 de julho de 2012

domingo, 8 de julho de 2012

Bom dia, num dia em que a noite se passou em branco


Digamos que as férias dos meus pais são... desafiantes! E digo-o desta maneira porque sou uma simpática... Resumindo, os meus pais são aborrecidos quando não têm nada organizado para o período de férias, e não estou a falar de sair de casa e ir para um hotel a pelo menos 300km de casa, estou a referir-me ao facto de ter uma programação para as férias.

Ora estas férias, para além do que tinha de ser feito, como apanhar as batatas do quintal, actividade que só durou um dia, os meus pais inventaram a necessidade de pintar a casa... e como eu andei drogadinha com o cheiro da tinta, e aguarrás durante um par de dias! O pior foi que a pintura das paredes de casa interferiu com o processo longo que é organizar o meu quarto...

Sim sou uma maluca, ando a livrar-me de tralha, para arranjar espaço para a nova tralha. E quando dei por mim já tinha o chão do quarto cheio de livros da estante do corredor, e quando cheguei a casa depois do trabalho e olhei para todos os livros que me impediam de entrar no meu quarto apeteceu-me gritar...

E juntei-me à Kimi na sala, suspeito que o bicho também está drogado com o cheiro.

A boa notícia é que hoje, como bons católicos, suspendem a pintura, e amanhã por imposição de evidências (eu f****** a cabeça) vão passear, penso que vão para casa de uma amiga e ficam lá 3 dias.

Eu e a Kimi ficamos a curtir a moca da pinta!

sábado, 7 de julho de 2012

Eutanásia

          São vários os temas sobre os quais eu não tenho opinião formada, que por mais que eu pense neles há sempre um contra-argumento muito forte que não me deixa segura da minha posição. Mas os que mais me incomodam são a Eutanásia e a Transexualidade.

           A minha opinião não vai de encontro com nenhum princípio religioso, em nenhum dos dois temas!

           Eu sou a favor da eutanásia! Eu acredito que o individuo pleno das suas faculdades mentais, possa determinar, perante uma doença terminal, e gradualmente dolorosa e incapacitadora a nível físico. Mas sou contra, no caso de querer morrer porque se quer... A sério eu vi um documentário onde um casal queria morrer junto, e na minha cabeça isso é inconcebível, eles tinham decidido que já chegava viver, que tinham tido uma vida gratificante e que estava na hora... E nem ele, nem ela, queriam viver sem a companhia do outro.

            Mas o meu conta-argumento a mim mesma, diz-me, que antes uma morte assistida do que o casal por convicção morrer em casa, tendo um de matar o outro e depois matar-se... É aqui que a minha opinião se difunde, se torna pouco clara, porque parte de mim, quer acreditar que cada um pode fazer o que quer, e outra quer norma e "moralidade"... (seja lá o que isso for).

            Pessoas que querem morrer só porque o mundo não faz sentido, sem a companhia do seu par, não precisam de "morte assistida", precisam de tratamento... É isso que a normalidade da sociedade nos diz... essa normalidade que dita que somos um todo coeso... mas que somos nós para determinar o que os outros deveriam achar normal?   

             A transexualidade fica para outro post...    

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Existência do blog, Palavras Chave e Post's sem nexo

De tempos a tempos, tenho problemas existenciais quanto à continuidade do meu blog (não, não tenho... quer dizer, não desta maneira fatalista, vocês conhecem-me: sou uma dramática).

Reformulando o início do post: De tempos a tempos, eu questiono a continuidade do blog. Se é verdade que o blog nunca teve tantas visualizações como agora, é verdade também que as visualizações que tem desde o seu começo são as mesmas que youtubers têm num dia.

Também me intriga o facto de grande parte do meu público ser estadunidense, penso sempre que encontram o blog por acaso, e que ficam a olhar: "wtf?". A par disso, ninguém comenta os post's, não sei se são simplesmente maus, se não interessam nem à tartaruga, não há retorno do que vou fazendo (diariamente, pelo menos neste mês).

Fico surpreendida quando, por exemplo, ontem, ao pesquisar as palavras chave que tinham servido com base de localização do me blog, foram


Sim, estou a referir-me ao terceiro item: Gajas e Cambalhotas... Gajas e Cambalhotas, por favor!!!
A verdade é que a internet  foi inventada por punheteiros com gostos tão diversificados como matemática e gajas. Ora este post não tem nexo nenhum!  E eu quero lá saber, ele é meu mesmo!

São 5 e pouco da manhã e já ne me lembr o que queria dizer com este post!
Eu só não ando a dormir bem, e ficou uma coisa esquisita sem nexo!

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Alguém me podia ajudar... mas não me divertia tanto

           Comprei uma máquina de costura... sim comprei! Podia ter comprado, qualquer coisa mais normal em relação ao que costumo comprar, mas ok... Até ver, sinto que estou bem servida, e aqui deixo o link do site onde a comprei: Redcoon!

               Já comecei a fazer os meus disparates! Fiz um saco simples duas vezes, porque à primeira ficou mesmo mau, um individual de cozinha e um porta talheres (que não se parece com nada)! Sinto que estou a gastar dinheiro e a não fazer nada de jeito!

                  Para além do dinheiro da máquina, dei-me ao desplante de comprar um "kit" que eu própria  idealizei de utensílios que pensava serem úteis... Só cola de tecidos, eu já vou na quarta embalagem comprada, não por ter acabado as anteriores, mas porque ainda não acertei na que eu queria em resultado, e nisto já lá vão mais de 10 euros gastos!

                  Na feira comprei um tecido ao kilo... é um bom conceito! Tecido ao Kilo! Já comprei giz de quadro, daqueles escolares, porque pensei que seria mais barato... de facto é por 0,85€ comprei 10 pauzinhos da Giotto, mas que não me serve de nada, porque não conseguia ver as marcas no tecido, então tive de gastar mais dinheiro num giz de alfaiate a sério!

                  Eu tenho mesmo muita aversão a chineses, senão já teria ido para lá a correr! As agulhas de máquina custam 0,95€ 10 unidades, e numa retrosaria regular custam 5,50€, 5 unidades de espessura diferente! As lojas de chineses são uma ilusão, o material é para lá de mau... eu comprei um xizato circular por 2 euros, por não ter dinheiro nesse mês... e ele simplesmente não corta e depois eu tive de comprar um à séria (alemão, entenda-se).
                 
              O que eu preciso é de alguém que perceba do assunto e me ajude, porque a verba orçamental para brincadeiras está cada vez mais curta, e não quero gastar mais dinheiro em vão... ou recomendar um forum onde o pessoal exponha as suas experiências, ou mesmo um livro... estou aberta a sugestões!

            Mas tirando isso ... tenho-me divertido à brava! Gosto de andar de volta de trapos, de concretizar as minhas ideias, mesmo que não fiquem perfeitas! E agora até preciso de gastar mais dinheiro, tenho de comprar um ferro pequeno, daqueles de viagem... e depois, eu nunca vou a lado nenhum mesmo... já nem tomo café! 
                         
            

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Pimp my... pincéis de maquilhagem

Ok não será muito difícil de perceber: pincéis velhos, fita cola, e um verniz de uma cor a gosto e de fraca qualidade (a menos que queiram gastar vernizes bons).



Foram necessárias duas camadas de verniz, com secagem entre as mesmas. A cor difere mediante o material do cabo do pincel...



Maaaaaaaaaaan, como eu estava aborrecida hoje!







Sempre podem explorar pelo blog post's similares, basta
escrever "pimp" na caixa de pesquisa e aparecem as minhas
parvoíces dos últimos tempos!

domingo, 1 de julho de 2012

A sério?

           Para melhor prender a atenção de quem lê o post... que agora o meu blog está todo dinâmico, apelativo, mas num design Clean... não perdendo o fio ao alinhamento da coisa... vamos colocar já a foto:

                    Toda a gente conhece... é verdade: José Castelo Branco! O homem de saltos (mera constatação de factos), cheio de  Lois Vuitton (e marcas similares em preço e estatuto), e no fim de contas um homem democrático! JCB, com a Betty no meio do povo, gente desdentada, e com ar de quem vai à Feira da Ladra comprar... coisas.

                     Sim, é uma boa notícia! Depois das páginas impressas sobre escândalos sexuais, e idas a tribunal, sobre questões que me são alheiras, e o filme na net... a três... é uma coisa medonha, (eu vi.... uh ela vê filmes porno (!)  mas à parte das minhas esquisitices... ) cada um tira as ilações que quer!!! Tenho para mim que este post é do tipo carregado de sarcasmo, em que  me arrisco a passar por... limitada...